Segundo EPWBR é realizado em São Paulo e marca mais uma vez a história e o desenvolvimento do rádio na internet.

Segundo EPWBR é realizado em São Paulo e marca mais uma vez a história e o desenvolvimento do rádio na internet.

A internet veio para revolucionar o mundo da comunicação e além de ter se fixado entre os maiores e mais importantes meios de comunicação ainda continua a crescer em questões tecnológicas e acessibilidade. Divulgado este ano pela União Internacional de Telecomunicações (UIT), o Brasil já faz parte do grupo de 79 países onde mais de 50% da população têm acesso à rede mundial de computadores, são exatos 57,6% dos brasileiros conectados. Embora seja um excelente resultado, ainda temos que trabalhar muito neste avanço para chegar próximos a países como Noruega, Dinamarca e Islândia onde o número de pessoas conectadas ultrapassa os 90%, já em regiões extremamente urbanizadas, como em Macau, na China, a UIT verificou mais de três assinaturas móveis de banda larga por habitante.

Visto este potencial e as diversas possibilidades midiáticas que a internet proporciona, os meios de comunicação tradicionais precisam convergir e encontrar técnicas aprimoradas de linguagem e tecnologia para que possam fazer parte da rede em definitivo e oferecerem algo a mais do que já vem fazendo. O rádio está incluído neste processo e já está presente na rede, estando à frente da TV neste quesito por sua facilidade de adaptação.

Outros veículos de comunicações tradicionais como revista e jornal, estão presente na rede desde os primórdios da internet e se adaptaram primorosamente a ela, especialmente em linguagem e inovação. Já o rádio e a TV ainda estão engatinhando neste mar de dados binários e nenhum diferencial ainda foi apontado para eles neste universo. O que o rádio e a TV podem nos dar a mais nesta nova plataforma além do que eles já fazem há anos?

Tratando do rádio, eis o objetivo principal do Encontro de Profissionais de Web Rádios Brasileiras (EPWBR) que teve sua primeira edição nos dias 05 e 06 de julho de 2014 e a segunda em 05 de março de 2016, ambas realizadas em São Paulo. O papel deste importante evento é discutir e fomentar o pensamento para a inovação do veículo na internet.

Na ultima edição o evento contou com apoios importantes como o Tunein, uma empresa da Google e maior plataforma agregadora de rádios online do mundo, configurando em seu sistema rádios nativas de internet e rádios FMs que também passaram a transmitir via web. Seu representante no evento foi Felipe Cunha, Supervisor da América Latina. Ele falou sobre o tema “Tecnologia do rádio online no século XXI” destacando a importância da internet para evolução deste importante veículo que é o rádio. Hoje já estão disponíveis no mercado carros e até mesmo geladeiras conectadas a internet e que o aplicativo do Tunein já está presente nestas tecnologias levando milhares de rádios de todos os segmentos possível a uma imensidade de pessoas que buscam informação ou apenas entretenimento na companhia do bom e velho rádio.

Legenda - Felipe Cunha do Tunein recebe placa de homenagem do EPWBR do idealizador do evento Cleber Almeida
Legenda – Felipe Cunha do Tunein recebe placa de homenagem do EPWBR do idealizador do evento Cleber Almeida

A segunda edição do EPWBR também contou com o apoio do Kantar IBOPE Media, uma das maiores empresas de pesquisa de opinião da América Latina, sua representante foi a diretora executiva multimídia da empresa Melissa Vogel. Ela discursou sobre o consumo de conteúdo em áudio em diferentes plataformas digitais apresentando um panorama significante de quanto o universo do áudio online vem sendo promissor, considerando ainda seus formatos, estilos, meios de audição e interesses por algum tipo de conteúdo específico. Alguns dados interessantes mostraram como a audição de rádio vem crescendo e por quais meios elas mais ovem, sendo 50% em notebook, 36% em PC, 34% em Smartphones e 8% em tablets, além das formas de ouvir onde o site da emissora segue disparado com 41% seguido dos aplicativos para celulares com 39%.

Legenda - Melissa Vogel do Kantar IBOPE Media recebe placa de homenagem do EPWBR do idealizador do evento Cleber Almeida
Legenda – Melissa Vogel do Kantar IBOPE Media recebe placa de homenagem do EPWBR do idealizador do evento Cleber Almeida

Além destes apoiadores o evento contou ainda com marcas importantes como Instituto Filantropia, KsHost, BestRadio Brasil, Rádio Positiva Net, Rádio Tom Social, 2G Conteúdo e Rede Blitz.

O cronograma de palestras ainda contou com Irineu Toledo da Rádio Positiva Net e experiente profissional de rádio que já atuou em grandes emissoras de São Paulo, falando sobre o rádio do futuro e o futuro do rádio, colocando uma abordagem das possibilidades que este grande veículo tem de se tornar ainda mais forte dentro da internet.

Legenda - Irineu Toledo da Rádio Positiva Net recebe placa de homenagem do EPWBR do idealizador do evento Cleber Almeida
Legenda – Irineu Toledo da Rádio Positiva Net recebe placa de homenagem do EPWBR do idealizador do evento Cleber Almeida

Dando sequência, Cleber Almeida CEO/Fundador da NaMosca Produções e idealizador do EPWBR falou sobre os desafios do rádio na internet e quais os possíveis caminhos a percorrer para que o veículo cresça profissionalmente e esteja entre o bolo publicitário. Sendo segundo ele o principal e mais importante ponto a ser trabalhado hoje é o desenvolvimento do gestor de rádio online, como destacou é preciso profissionalizar primeiro a mão de obra, ou seja, especializar pessoas para gerirem profissionalmente a rádio online como empresa, passando por todos os pontos dela, inclusive um bom plano de negócios.

Legenda - Cleber Almeida idealizador do EPWBR - Palestra Os desafios do rádio na internet
Legenda – Cleber Almeida idealizador do EPWBR – Palestra Os desafios do rádio na internet

O evento foi encerrado com uma mesa redonda onde os participantes puderam debater assuntos do meio tirando dúvidas e dando sugestões focadas em desenvolver o rádio em sua nova plataforma, a internet.

Legenda - Alguns dos Participantes, apoiadores e o idealizador do segundo EPWBR 2016
Legenda – Alguns dos Participantes, apoiadores e o idealizador do segundo EPWBR 2016